Alertas de emergência em A320 levam avião a passar por investigação na Austrália

O Departamento de Segurança de Transporte da Austrália (ATSB) sinalizou um possível problema de segurança sobre como os alertas de sistema de aeronaves são priorizados e apresentados ao finalizar...
Virgin Australia - A320 em pouso - Arquivo digital

O Departamento de Segurança de Transporte da Austrália (ATSB) sinalizou um possível problema de segurança sobre como os alertas de sistema de aeronaves são priorizados e apresentados ao finalizar sua investigação sobre um incidente de 2015 envolvendo um Airbus A320 da Virgin Austrália Regional Airlines.

 

Por William Lima

O investigador detalhou várias questões durante o incidente de 12 de setembro de 2015 em que a aeronave, registrada VH-FNP, retornou a Perth uma hora depois de partir em um voo charter para Boolgeeda, Austrália, com nove tripulantes e 139 passageiros a bordo.

Como a aeronave estava passando por 8.000 pés, o sistema autothrust (auto aceleração) foi desativado, seguido pelo desengate do piloto automático. Uma mensagem no sistema de monitoramento centralizado eletrônico de aeronaves (ECAM) informou à tripulação que havia uma falha no motor e o sistema de controle de empuxo estava operando em um modo degradado.

O comandante assumiu o controle manual do jato e continuou a subida. Depois de várias tentativas fracassadas de reativar o piloto automático, o comandante estabilizou a 20.000 pés e iniciou os procedimentos de solução de problemas.

A tripulação conseguiu concluir os procedimentos para as falhas do motor e apagou esses alertas do ECAM. Em seguida, foi exibida uma mensagem ‘NAV ADR DISAGREE’, significando que houve um desacordo nos sistemas de referência de dados aéreos.

“Esse alerta foi gerado ao mesmo tempo em que os alertas do motor, mas devido ao espaço limitado no ECAM, provavelmente estava fora da parte inferior da tela”, diz a ATSB.

A comparação das velocidades nos três indicadores de velocidade, que mostraram 250kts, levou a equipe a acreditar que o desacordo estava entre os sensores de ângulo de ataque da aeronave. Isso levava o risco de a tripulação receber avisos errôneos de estol.

Depois de esclarecer essa mensagem do ECAM, outros alertas mostraram que a aeronave havia revertido para a lei de controle de voo alternativo, e outros relacionados ao sistema de limitação do curso do leme.

A equipe então passou cerca de 20 minutos trabalhando nos procedimentos para limpar os alertas, após o que o sistema de piloto automático foi religado com sucesso. Eles então decidiram retornar a Perth.

Quando o A320 desceu, a tripulação notou que a indicação de velocidade do comandante não era consistente com o indicador do primeiro oficial e do back-up, e assim o comandante mudou para a última entrada.

Pouco depois, o piloto automático foi desconectado novamente e a mensagem de erro do sistema de deslocamento do leme foi exibida no ECAM. Em seguida, a tripulação continuou o voo sob controle manual, transmitindo por rádio uma chamada “PAN” (chamada de Pane) para o controle de tráfego aéreo, informando que eles tinham “problemas de controle de voo”.

Durante uma curva para capturar o sistema de aterrissagem do instrumento, (ILS) um aviso de parada soou por seis segundos. No entanto, o voo pousou com segurança.

Uma inspeção da aeronave encontrou água em todos os três sistemas pitot usados ??para alimentar dados de velocidade aérea para os aviônicos e bloqueios na maioria das portas de drenagem. Um objeto estranho também foi ejetado da sonda de pitot de reserva, mas nenhuma falha foi encontrada nos sensores de ângulo de ataque.

O ATSB continua sua investigação, com foco nas “potenciais implicações de segurança mais amplas de como a compreensão da situação de voo por parte da tripulação de voo foi influenciada pela forma como o sistema de alerta da aeronave priorizou e apresentou esses alertas e seus procedimentos associados”.

Acrescenta que o relatório final está sendo elaborado e será divulgado uma vez que tenha sido revisado internamente e pelos envolvidos.

A320 Virgin Australia – PlanesSpooter

Fonte: FlighGlobal

Compartilhe
error

Posts Relacionados

Categorias
Segurança & Prevenção
Sem comentários

Leave a Reply

*

*

POSTS RELACIONADOS

EnglishPortugueseSpanish
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial