Diversidade é o ponto chave para a Bombardier no Brasil

O mau tempo desta quarta-feira (15) não diminuiu o interesse do público em comparecer à Labace 2018, e sem dúvidas, um dos maiores destaques até aqui, tem sido a...
DDBA0290_Global6000_E7F6722_V1_Rev2016V1

Gama de opções, qualidade oferecida e demanda por jatos executivos no Brasil, animam a Bombardier.

 

Por Felipe Carvalho

O mau tempo desta quarta-feira (15) não diminuiu o interesse do público em comparecer à Labace 2018, e sem dúvidas, um dos maiores destaques até aqui, tem sido a procura em torno dos estandes da Bombardier, tanto para admirar as aeronaves, quanto para fechar possíveis negócios.

No espaço reservado as exposições fixas, a empresa canadense manteve em exibição os jatos executivos Global 6000 (configurado com a luxuosa Premier Cabin) e o Challenger 350 (jato de médio porte), sucesso de vendas no mundo todo.

Durante entrevista concedida a nossa equipe – a bordo da supracitada Premier Cabin do Global 6000 – o vice-presidente de vendas de jatos executivos nas Américas Stephano Leroy, dissertou sobre os resultados e expectativas da empresa acerca do mercado Brasileiro.

Stephano Leroy – Foto de Felipe Carvalho

“O mercado brasileiro tem um grande apetite por aviões de long range (aviões que viajam grandes distâncias), pois como a economia brasileira é global, há a demanda por aeronaves que cubram grandes distancias”, ponderou Leroy.

A visão de que as aeronaves executivas são de fato, “ferramentas de trabalho” e não apenas itens de luxo, tornando-se assim primordiais para uma economia globalizada, vem sendo difundida no nosso mercado, justificando que hoje, o Brasil é o terceiro maior comprador de jatos executivos no mundo (a frente de economias aquecidas, como Japão e China).

Ainda segundo Leroy, a Bombardier vêm obtendo sucesso no país sobretudo a sua atenção com relação ao mercado desses jatos executivos long range, pois a empresa oferece certa diversidade de escolhas, sem “penalizar” os clientes no custo de aquisição.

Leroy, comenta que “a chave do nosso sucesso, é o fato de atendermos à crescente demanda por jatos de longo alcance, sem abrir mão de oferecer possibilidades de escolha, hoje, temos 5 opções de aeronaves desse tipo sendo oferecidas ao público, diferentemente da concorrência, que oferece duas, no máximo três opções, dando assim aos nossos clientes a possibilidade de escolherem a aeronave ideal para suas necessidades, de acordo com configuração e preço desejados”.

A Bombardier entregou 188 aeronaves no Brasil no ultimos 10 anos, o que justifica a atenção da empresa ao nosso mercado.

Sobre a Premier Cabin

6000 Premier Cabin – Foto de divulgação

Luxuosa opção oferecida nos jatos da linha global e constante no modelo 6000 exposto na Labace, a Premier Cabin, segundo Leroy, vêm agradando ao público.

“Nossos clientes gostam do conforto, mas não pagam o “luxo pelo luxo”, e a Premier Cabin agrada pelo fato de ser mais uma das muitas opções oferecidas pela empresa, estando num preço adequado dentro de seus padrões, sendo o grande segredo a aeronave certa, pelo preço certo”.

Embraer x Boeing

Ao final da entrevista, Leroy foi perguntado qual a estratégia de mercado da Bombardier no Brasil, frente a parceria anunciada entre Boeing e Embraer, porém o executivo não demonstrou preocupação sobre isso.

“Assim como as concorrentes, a Bombardier oferece grandes produtos e não nos preocupamos tanto com a fusão, pois esse tipo de fusão faz parte do mercado”, ressaltando também que “somos lideres de mercado com a venda de Challenger 350 e Learjet 75, então nosso enfoque não se altera”.

O executivo encerrou mencionando que o desafio da empresa nos próximos anos é “manter o ritmo de vendas” apesar das oscilações politicas e econômicas do pais.

 

 

 

Compartilhe
error
Categorias
Aviação Executiva
Sem comentários

Leave a Reply

*

*

POSTS RELACIONADOS

EnglishPortugueseSpanish
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial