PortuguêsEnglishEspañol
  

Tendo “estreado” durante a segunda guerra mundial, o alemão Messerschmitt Me 262 notabilizou-se por ser o primeiro caça a jato do mundo.

 

Por Felipe Carvalho
Ilustração – Mark Postlethwaite

Em 1938, o início da segunda guerra mundial (1939 a 1945) era visto como iminente. E como não poderia deixar de ser, tanto as forças do “Eixo” (encabeçadas por Alemanha, Itália e Japão) como as dos “Aliados” (EUA, Inglaterra e França) buscavam a todo o custo, saírem na frente de seus inimigos.

E pensando nisso, os alemães, iniciaram o esboço do então denominado P.1065, um avião que fosse capaz de utilizar duas turbinas P.3302 de 585 shp, em processo de desenvolvimento pela BMW e Junkers. E a função de desenha-lo coube a Waldemar Voigt, engenheiro alemão que, desde o inicio idealizou o projeto como um caça .

Após a aprovação do desenho e adaptações quanto ao motores necessários e aerodinâmica do avião, já havia ocorrido a eclosão da guerra, e em 1940, a Messerschmitt recebia formalmente o pedido para construir quatro P.1065, rebatizados como Me 262.

E dentre muitos erros cometidos pelos nazistas, o maior deles talvez tenha sido não dar a devida atenção ao desenvolvimento de seu poderio aeronáutico e sobretudo, dessa inovadora aeronave, que teve seu primeiro voo apenas em 1941, sem ter a chance de mudar os cursos da guerra na qual, já mostrava a derrocada do Eixo.

Quando finalmente entrou em ação, o ME 262 apresentou uma relevante mudança em seu projeto original: A possibilidade de se carregar bombas. E essa mudança, mostrou-se mais um problema, pois como pioneiro dos caças com motores a jato, naturalmente a aeronave apresentava certa instabilidade (que não é de todo mal, haja visto a necessidade de manobras constantes), porém, o avião não oferecia segurança para a função de bombardeiro, devido à alta velocidade de aproximação.

Mesmo assim, o avião foi bastante temido pelos países Aliados, pois os problemas supracitados não tiravam o mérito dessa moderna aeronave, que, equipado com 2 motores turbojato Junkers Jumo 004 B, chegava a impressionantes 900 km/h, produzindo empuxo de 898 kgf (8 810 N) e teto máximo de 11.450 metros.

Com capacidade para 1 tripulante, a aeronave possuía 10,60 m de comprimento, envergadura de 12,60 m e altura de 3,50 m dando-lhe peso de decolagem máximo de 7.130 kg.

E boa parte desse peso provinha de sua capacidade de carregar armamento, com 4 canhões MK 108 cannon de 30 mm e 24 foguetes R4M rockets de 55 mm.

Ao todo, essa instável, porém potente e inovadora máquina de guerra foi responsável por abater em torno de 735 aviões aliados, a maioria deles bombardeiros como o Boeing B-17 Flying Fortress e o Handley Page Halifax.

 

 

 

Compartilhe

Posts Relacionados

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial

ATENDIMENTO

Segunda a Sexta das 9h as 16h
contato@skyscience.com.br

Todos os Direitos Reservados