NASA enviará sonda para estudo solar

Missão da NASA visa estudo do Sol, para entender como funciona a coroa solar, tempestades solares e outros fenômenos ainda desconhecidos pela humanidade....
Foto de divulgação NASA

Missão visa estudo do Sol, para tentar entender como funciona a coroa solar, tempestades solares e outros fenômenos ainda desconhecidos pela humanidade.

Matéria por Valter Silva

A NASA busca fazer o lançamento da sonda ainda em 2018 e a mesma ficará a cerca de 6 milhões de km de distância da superfície solar. Esse experimento é o primeiro a chegar tão próximo do Sol, a NASA afirma que tem como objetivo “tocar” o Sol, e pretende aproveitar o máximo dessa proximidade para poder fazer estudos mais detalhados sobre a estrela.

Para se ter uma ideia, o projeto Helios 2, concebido em 1976 por EUA e Alemanha Ocidental, é quem detém o recorde de proximidade com o Sol, sendo que a distância era de 43,5 milhões de km, essa nova empreitada promete fazer com que a sonda fique 86% mais próximo da superfície solar, comparado ao projeto Helios 2.

Para conseguir esse feito a sonda conta com um escudo térmico de carbono com 11,4 cm de espessura, capaz de suportar temperaturas de até 1.377ºC protegendo os componentes internos da espaçonave mantendo-os em temperatura ambiente. Viajará em uma velocidade de 700.000 km/h impulsionada pela gravidade solar, isso é equivalente a ir de Brasília a São Paulo em apenas 4 segundos.

A NASA comenta que o Sol deve ser estudada de perto, e suas descobertas ajudarão a entender o funcionamento de outras estrelas no universo. Por exemplo, ainda não se sabe ao certo porque a coroa solar (comparável a uma atmosfera superior do sol) chega a uma temperatura milhões de vezes mais alta do que a superfície do sol que tem entre 4.000 a 6.000 graus Celsius.

Outro fato que os cientistas da NASA pretendem estudar e entender são os ventos solares (que é um fenômeno constituído de partículas provenientes da coroa solar que são capazes de afetar o sistema de comunicação terrestre) esses “ventos” são lançados no espaço próximo a Terra a mais de 500 km/s. Caso os cientistas consigam entender como funcionam os “ventos solares” o desejo é de prever as tempestades solares, afim de fazer com que os satélites fiquem mais protegidos no espaço.

A sonda será lançada entre os dias 31 de julho e 19 de agosto na Flórida, EUA, e foi batizada de Parker Solar Probe, em homenagem ao astrofísico Eugene Parker, que desenvolveu as teorias dos ventos solares supersônicos. Antes de ir ao Sol, a sonda irá orbitar Vênus por aproximadamente 7 anos.

Veja este vídeo explicativo da NASA sobre o projeto Parker Solar Probe

Fonte: NASA
Tecnoblog

 

Compartilhe
error
Categorias
Espaço & TecnologiaEspaço & Tecnologia - Notícias
Sem comentários

Leave a Reply

*

*

POSTS RELACIONADOS

EnglishPortugueseSpanish
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial