Coordenação de voo em espaço aéreo Golfe

Voar no Espaço “G” exige a atenção dos pilotos pois prover a separação entre as aeronaves é de sua exclusiva responsabilidade. A ICA 100-12 contém as “regras”...

Voar no Espaço “G” exige a atenção dos pilotos, pois prover a separação entre as aeronaves é de sua exclusiva responsabilidade. A ICA 100-12 contém as “regras” que devem ser observadas nos cruzamentos e ultrapassagens, mas para isto, os dois pilotos ou, pelo menos um deles, deve avistar… a observação visual  é que evita as colisões.

Antigamente a FCA –Frequência de Coordenação de Aeródromo, em todos os aeródromos não controlados e para coordenação entre aeronaves era 126,70 e quando a conversa entre pilotos não fazia parte do contexto “coordenação”, os   pilotos conversavam na 123,45 e tudo funcionava a contento.

Alguns anos atrás, o DECEA resolveu designar a Frequência 123,45 para ser usada para a Coordenação entre aeronaves e suprimiu a 126,70, ou seja, instalou-se uma desordem generalizada pois os pilotos continuaram a tratar de assuntos extra voo na mesma frequência de coordenação.

Esta situação se agravou na medida que o tráfego aéreo cresceu. A não ser que sejam criadas FCAs para os aeródromos de maior movimento, em determinadas regiões nas quais há grande atividade aérea, fica inviável a coordenação entre aeronaves no tráfego dos aeródromos.

Na região de Angra, mais precisamente, na Baia da Ilha Grande, foi estabelecida a Frequência 126.025 para a Coordenação entre aeronaves. No período do verão o aeródromo de Angra SDAG passa a contar com uma Rádio que opera na Frequência 132.55, mudando inclusive o seu designativo para SBAG.

Esta operação beneficia todo o tráfego na Baia da Ilha Grande, além de tornar mais tranquila a coordenação de tráfego em Paraty ( SDTK) pois a frequência fica mais livre.

Só para se ter noção, nesta baia existem cinco aeródromos ativos(SDAG, SDTK, SDPA,SDCZ e SDIL )e um ativo pelo ROTAER mas desativado pelo proprietário (SILI) e trinta e dois helipontos privados. O tráfego para esta região é intenso e necessita uma boa auto coordenação.

Em anos passados a operação não era regular e em determinados dias a Rádio Angra não operava. A operação na área de aeródromo ficava perigosa pois algumas aeronaves mantinham a Frequência 126.025 e outras a frequência da Radio (fora do ar), gerando  conflitos de tráfego.

 

Categorias
Gustavo Albrecht
Sem comentários

Leave a Reply

*

*

POSTS RELACIONADOS

EnglishPortugueseSpanish