Qantas pretende reduzir a zero as emissões de carbono até 2050

Aéreas destaca a introdução de aeronaves mais eficientes.

A Qantas é a segunda grande companhia aérea que anuncia o plano de alcançar zero emissões de carbono até 2050, como parte do compromisso de contribuir com uma indústria de aviação mais sustentável. O grupo anunciou ainda que compensará todo o crescimento das emissões em voos domésticos e internacionais a partir de 2020.

A companhia pretende dobrar o número de voos em que as emissões de carbono são compensadas por meio da opção disponível no ato da compra de passagens. Para contribuir com a redução, a Qantas também destaca a introdução de aeronaves mais eficientes, como o Boeing 787 e o Airbus 321.

Além disso, serão investidos US$ 34 milhões nos próximos dez anos para ajudar a desenvolver uma indústria sustentável de combustível para a aviação. Segundo a companhia, os combustíveis sustentáveis poderiam reduzir as emissões de CO2 em 80%, comparado ao combustível tradicional.

Reconhecemos que as companhias aéreas têm a responsabilidade de reduzir as emissões e combater as mudanças climáticas. Já tivemos um bom progresso, principalmente investindo em aeronaves mais novas, mas queremos fazer mais. Estamos dobrando nosso programa de compensação de carbono a partir de hoje e limitando nossas emissões a partir de 2020”, ressalta o CEO da Qantas, Alan Joyce.

A indústria da aviação como um todo está comprometida, através de uma iniciativa da IATA, a reduzir pela metade as emissões de CO2 até 2050, em comparação com os níveis de 2005.

Fonte: Panrotas

Compartilhe
error
Categorias
Indústria & PesquisaIndústria & Pesquisa - Matérias
Sem comentários

Leave a Reply

*

*

POSTS RELACIONADOS

EnglishPortugueseSpanish
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial